Artigos

Como EMAGRECER mais RÁPIDO

Publicado em julho 26, 2016 | | 5 Comentários

Como EMAGRECER mais RÁPIDO

De acordo com a ABESO, os dados são alarmantes e não batem com as Informações divulgadas pelo Vigitel 2014 no início de 2015, quando o governo anunciava uma estabilização nos índices de sobrepeso e obesidade na casa dos 52,5%. No levantamento realizado pelo IBGE, o índice beira os 60%.

Cerca de 82 milhões de pessoas apresentaram o IMC igual ou maior do que 25 kg/m² (sobrepeso ou obesidade). Isso indica uma prevalência maior de excesso de peso no sexo feminino (58,2 %), que no sexo masculino (55,6%).

Os dados anunciados pelo IBGE traduzem a urgência de se pensar políticas públicas adequadas à prevenção e tratamento do sobrepeso e obesidade e suas consequências.

 

O SEDENTARISMO

Um dos fatores que contribuem para o sobrepeso e obesidade é o Sedentarismo. Dessa forma, a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH) manifesta a sua preocupação com os últimos dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre o sedentarismo no Brasil. A pesquisa revela que 46% dos adultos – um total de 67,2 milhões – são sedentários.

Pesquisa divulgada pelo Governo Federal coletou informações sobre práticas esportivas e atividades físicas relativas a 2013. Ao todo, foram realizadas 8.902 entrevistas. Os dados foram ponderados com base em uma projeção da população brasileira por região, gênero e grupos de idade, feita pelo IBGE para o ano de 2013, de aproximadamente 146.748.000 brasileiros, quantidade equivalente à população entre 14 e 75 anos.

Sedentarismo 1

A última Pesquisa Nacional da Saúde realizada pelo IBGE mostra que o sedentarismo mais que dobrou no país nos últimos sete anos. Só para se ter uma ideia, neste período os levantamentos do instituto revelam que saltou de 20% para 46% o número de brasileiros sedentários e que praticam menos de 150 minutos/semana de exercícios, conforme recomenda a OMS (Organização Mundial da Saúde). O sedentarismo é ainda mais alto entre mulheres. Neste período aumentou de 14,9% para mais de 50%. Entre maiores de 60 anos que têm maior predisposição a alterações nos olhos o aumento foi de 38,1% para 62,7%.

Falta de ORIENTAÇÃO

Outro aspecto fundamental a ser considerado diz respeito à falta de ORIENTAÇÃO de profissionais da Educação Física para a prática desportiva. A pesquisa concluiu que a imensa maioria pratica esportes e atividades físicas SEM orientação do Profissional de Educação Física, de acordo com a figura abaixo.

Orientação 1

Orientação 2

Orientação 3

Como EMAGRCER

O precoce de “Emagrecimento” é uma fórmula matemática, ou seja, se um certo indivíduo ingere durante as 24 horas do dia 2000 calorias e gasta nesse mesmo período 1200 calorias, o mesmo irá “Engordar”. Agora se esse mesmo individuo ingerir 1200 calorias por dia e gastar 2000 calorias por dia, ele irá “Emagrecer”.

É o que chamamos de “balanço calórico negativo”, ou seja, gastar mais calorias do que se ingere por dia. Nesse sentido, o exercício físico tem papel preponderante, pois o principal objetivo dos exercícios é aumentar o gasto calórico diário.

Partindo desse pressuposto, qualquer exercício físico poderá ser praticado, desde que o praticante tenha condições físicas para tal.

Um método de treinamento que está tendo bastante aceitação pela comunidade científica é o HIIT (High Intensity Interval Training) ou seja, Treinamento Intervalado de Alta Intensidade.

O HIIT é um modelo de exercício que alterna períodos de esforço e de recuperação (ativa ou passiva). Para ser considerado HIIT, a INTENSIDADE do esforço precisa ser “ALTA”.

De acordo com o American College of Sports Medicine (ACSM), os estímulos de ALTA INTENSIDADE podem variar de 5 segundos até 8 minutos e devem ser realizados entre 80% a 95% da frequência cardíaca máxima.

Sendo assim, nem TODAS as pessoas estão aptas para praticar esse método de treinamento, porque ainda não possuem condições favoráveis para tolerar, sem riscos, esse esforço de intensidade ALTA.

É necessário um período de treinamento prévio para desenvolver um condicionamento físico mais “apurado” para a prática do HIIT.

Para mais informações acesse www.jefersonporto.com.br

Bons treinos.

Um abraço.

Prof. Jeferson Porto