Artigos

Cinesiologia E Biomecânica Aplicada Aos Exercícios Peitorais – Parte II

Publicado em março 6, 2008 | | 2 Comentários

Por Professor Maurício de Arruda Campos
IFBB Education & Research Committee

Supino com Barra

O Supino realizado na banqueta reta é o exercício mais clássico para o desenvolvimento da densidade do peitoral através da hipertrofia do músculo Peitoral Maior.

Na articulação do ombro, a adução horizontal move os braços da posição externa para a frente do tronco. O peitoral maior e o deltóide anterior realizam a principal função no movimento do ombro, enquanto a ação de extensão do braço (extensão do cotovelo), é realizada pelo tríceps braquial.

Exercícios Peitorais - Parte II

Como este movimento é realizado em cadeia cinemática fechada, um individuo experiente é capaz de realizar o movimento quase sem a ajuda do tríceps (o que irá trazer muito mais tensão nos peitorais maior).

Os indivíduos que não são capazes de concentrar no exercício para isolar o Peitoral, executam o exercício com a ação sinérgica do tríceps; e geralmente interrompem o exercício por causa de fadiga no tríceps (e não fadiga no peitoral).

Quando a barra alcança o peito, os músculos envolvidos são alongados e é criado uma energia elástica que pode então ser utilizada para empurrar o peso de volta pela rápida mudança na direção. Esta mudança repentina de direção ajudará você a levantar o peso mais facilmente, mas as forças de compressão nas articulações do ombro, cotovelo, e punho serão prejudiciais.

Desta maneira, tente realizar o exercício com um movimento suave principalmente no momento de alterar a direção do movimento para segurança das articulações. E também, não solte a barra no peito para ganhar força.

A cabeça esternal bi-articular do peitoral maior entra em insuficiência ativa na completa flexão transversal do ombro ou adução transversal quando o complexo do ombro esta mais protraído ou através da completa adução do ombro quando a escápula está mais rodada inferiormente e deprimida. Por causa disso, ele será mais produtivo e eficiente se você realizar o movimento sem mover a escápula na direção da abdução. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, isto levaria a ação para fora dos peitorais maior e diminuiria a intensidade do exercício.

Direitos Autorais
www.ifbb.com