Síndromes Dolorosas dos Membros Superiores II

Publicado em 28/08/2008, Fisiologia, 26 Comentários

OMBRO – LESÕES MUSCULOTENDINOSAS

1. Anatomia e Cinesiologia

A unidade musculotendinosa do ombro pode ser dividida em musculatura intrínseca (manguito rotador) e musculatura extrínseca. O manguito rotador pode ser considerado um motor primário, que proporciona movimento, e também um estabilizador ativo, centrando a cabeça do úmero no glenóide. O manguito rotador se compõe das quatro estruturas musculoesqueléticas seguintes: subescapular anteriormente, supra-espinhal superiormente, infra-espinhal e redondo menor posteriormente. Os músculos extrínsecos mobilizam o úmero em coordenação com o manguito rotador. Essa ação foi denominada par de forças. Os músculos extrínsecos são: deltóide, grande peitoral, grande dorsal e redondo maior. O bíceps funciona tanto como músculo intrínseco como extrínseco, ajudando na estabilização da articulação glenoumeral, e também flexionando o úmero e cotovelo. Esse músculo é importante nas atividades de arremesso/lançamento.

A articulação glenoumeral também depende da musculatura escapular que, por meio do movimento na parede torácica, posiciona o braço para atividades atléticas. A disfunção nesses músculos, por exemplo, o trapézio e serrátil anterior resultam na perda de controle escapular e, portanto no alamento da escápula (escápula alada). Comumente esse alamento é secundário à disfunção nervosa, mas pode ocorrer basicamente em decorrência da instalação de fraqueza muscular.

2. Lesão do Tendão do Músculo – Fisiopatologia

Uma lesão por estiramento pode apresentar-se de formas diferentes no ombro, dependendo da idade do atleta/praticante, presença ou ausência de degeneração no manguito rotador e tipo de atividade atlética praticada. A natação pode gerar forças elevadas, dependendo do estilo de braçada e da fase envolvida. Além disso, certos esportes que envolvem contato ou levantamento de grandes pesos podem impor cargas intensas e súbitas que provocam ruptura aguda da unidade músculo-tendínea. Essas lesões da unidade músculo-tendínea podem ocorrer gradualmente em decorrência de fadiga, atividade repetida e/ou lesão aguda.

  •  Fadiga impedirá que a cabeça do úmero fique centrada durante a elevação, e dessa forma são tensionados os tendões associados, labro e bíceps. Com a fadiga, a cabeça do úmero migrará superiormente, o que resultará num aumento da compressão do manguito.
  •  Atividade Repetida depende de uma unidade muscular que é capaz de promover atividade de endurance, e também de gerar forças elevadas durante breves períodos. Nesse quadro, o manguito também fica dependente de seu ambiente para que possa funcionar satisfatoriamente; assim, o manguito deve ser capaz de deslizar facilmente ao longo do espaço subacromial sem excessivo contato com o acrômio ou a articulação acromioclavicular.

3. Síndrome do Impacto

A síndrome do impacto ou do impingimento é uma seqüência de deficiências do manguito rotador que ocorrem com o passar do tempo, particularmente em pacientes idosos. São descritas três fases: (1) edema do manguito rotador, sem laceração, (2) degeneração do manguito rotador, e (3) lacerações completas do manguito rotador.

A síndrome do impacto pode ser decorrente de compressão extrínseca ou lesão interna. Compressão extrínseca pode ser decorrente de (1) fadiga, levando ao aumento da migração superior; (2) acrômio em gancho, congênito (raramente) ou secundário ao aumento da compressão (mais comum); (3) articulação acromioclavicular espessada; (4) inclinação lateral do acrômio; (5) colisão do coracóide; e/ou (6) crescimento da tuberosidade maior, de fundo congênito, degenerativo, ou por consolidação viciosa de fratura.

Colisão interna ou impingimento pode ocorrer com ou sem instabilidade associada. O aumento da translação anterior pode causar, ou estar associado, a colisão interna. Essencialmente, durante as atividades de arremesso/lançamento com o ombro em 90° de abdução e com 90° de rotação externa (ou mais), a superfície profunda do supra-espinhal entra em contato com o labro súpero-posterior e com o glenóide. Nesse local, as grandes forças geradas podem causar lesão ao manguito ou ao labro. Observa-se também que com o ombro em 90° e trabalhando com pesos, uma força ou sobrecarga súbita poderá romper o grande peitoral.

4. Impingimento do Coracóide

Essa entidade incomum causa sintomas que lembram a tendinite e instabilidade do bíceps. Freqüentemente o impingimento do coracóide pode ser um problema primário. Tipicamente, o paciente é de meia-idade e apresenta-se com adução dolorosa, e dor ao se deitar sobre o ombro. A dor consistente ocorre na frente do ombro, embora possa irradiar-se. O movimento do ombro pode estar limitado, particularmente a adução e rotação interna. A dor pode ser exacerbada pela elevação do braço para a frente, e pela rotação interna, adução e rotação externa.

5. Tratamento

O tratamento da lesão crônica do manguito rotador supõe que o médico responsável preste atenção ao mecanismo da lesão, para que sejam evitadas novas lesões, e para que seja reduzida a carga incidente no manguito rotador. As vigas-mestras do tratamento são a terapia formal objetivando aumentar a flexibilidade, seguida por um gradual aumento da força e resistência. Depois, será permitida a retomada gradual de cargas mais elevadas.

Em atletas, freqüentemente observa-se contraturas e carência de força suficiente para determinada atividade. Assim, um programa de redução de estresse sobre o ombro (diminuição da quilometragem na natação, diminuição das cargas no treinamento de força, “quebra” de um período de arremesso/lançamento), juntamente com o aumento da flexibilidade e da resistência permitirão o gradual retorno à atividade integral. Talvez tenham que transcorrer 8 a 10 semanas para que a força/resistência melhore significativamente e de forma gradual.

Observa-se, através de revisão bibliográfica que outras lesões podem afetar os movimentos na articulação do ombro e, conseqüentemente, limitá-los, tais como:

• Contusão do Manguito Rotador;
• Ruptura de Tendão do Subescapular;
• Lesões do Tendão do Bíceps;
• Tendinite do Bíceps;
• Instabilidade do Bíceps;
• Ruptura do Músculo Bíceps;
• Lesão do Peitoral Maior.

Dessa forma, necessita-se de inúmeros cuidados na escolha dos exercícios que irão compor um programa de musculação, dentre eles:

• A determinação da seqüência dos exercícios;
• O nível de exigência dos mesmos;
• O nível de condicionamento físico do praticante;
• Tempo de experiência no treinamento de força;
• Objetivos a serem alcançados com essa prática;
• Idade;
• Sexo.

Portanto, seja prudente, procure orientação profissional para se exercitar. Seja inteligente, não treine por conta própria. E mantenha-se atualizado, pois quem não se atualiza aceita qualquer coisa… E o resultado… É QUALQUER UM

Referências Bibliográficas:
SAFRAN, Marc R. McKEAG, Douglas B. VAN CAMP, Steven P. Manual de Medicina Esportiva. São Paulo: Manole, 2002.

26 Comentários

  • OLÁ GOSTARIA DE INFORMAÇÕES E ARTIGOS SOBRE A CONTRATURA ISQUÊMICA DE VOLKMANN, OBRIGADA

  • olá gostaria de saber,que atitude tomar.apos um acidente de moto tive fratura no ombro esquerdo q ja esta cosolidando,foi no úmero proximal tendo um deslocamento minimo de fragmentos.tb tenho sinaisde ruptura do tendao subescapular e luxaçãodo tendão cabo longo do biceps no ombro direito,fiz uma ressonancia,faz 5 mêses q estou com medico e fisio + tenho dor!sera q devo fazer cirugia. obrigada

  • Gostaria de informacoes sobre exercicios para melhorar a condicao de biceps rompido parcialmente, o musculo ficou encolhido e o biceps ficou com pouca força.Como posso fazer para melhorar o musculo, ja que o medico disse que na minha idade 42 anos nao eh aconselhavel a cirurgia.

    Grato.

    Adriano-Natal(RN)

  • Oi blz, fiz um ressonancia e deu o seguinte:
    1 – FOCO DE RUPTURA PARCIAL DE FIBRAS SUPERIORES INSERCIONAIS DO TENDÃO SUBESCAPULAR JUNTO A SUA SUPERFICIE BURSAL COM UMA EXTENSÃO APROXIMADA DE 1,55CM.
    2 – INCLINAÇÃO INFERO-LATERAL DO ACROMIO, POREM NAO ASSOCIADA A ALTERAÇÃO DE SINAL DOS TECIDOS MOLES SUBACROMIAIS.
    3 – MINIMA QUANTIDADE DE LIQUIDO NA BURSA SUBCORACOIDE.
    4 – RELAÇÃO GLENO-UMERAL MANTIDA SEM DERRAME ARTICULAR SIGNIFICATIVO.

    ISSO É SERIO? O QUE FAÇO? ALGUM DIA AINDA VOLTO PRA ACADEMIA?

    ABRAÇOS..

  • Gostaria de uma orientação:
    estava executando um exercício de biceps e seti uma pressão forte e criou logo um nchaço no braço direito, fui a uma clinica médica e me informarão q sofri uma ruptura do tendão do biceps do braço , se passarão 11 meses e eu gostaria de saber se teria como ainda recuperar minha plena atividade física, pois atualmente ñ tenho força nesse braço e notei na contração do braço um espaçamento do biceps com o ombro
    aguardo orientação
    obrigado

  • Olá amigos… Caro Jeferson
    Tenho 54 anos e pratico esportes como futebol ha mais de 40 anos. Jogo todos os sabados e durante a semana 3 x corro moderadamente 7 a 8 km. Ha 2 semanas fui fazer um lançamento da bola ( sou goleiro) e senti uma dor forte no biceps. Sai de campo coloquei gelo e no dia seguinte, medico. Este me disse Vç.tem ” efeito popeye”qual seja, uma parte do biceps se desprendeu do ombro (vamos resumir). Se vç. quiser operar, aconselho um especialista em OMBRO. A operação pode não trazer resultados 100%.
    Caros amigos.
    não voltarei mais a jogar, chega, mas como fazer um tratamento ortodoxo???
    Pelo menos ter o movimento do braço sem tanta dor.
    Gelo??
    Tempo??
    Anti-inflamatorios??

    Quais as orientações???
    Obrigado, Jeferson
    Adriano

  • Gostaria de saber o que fazer sobre o rompimento do musculo deltóide e do biceps, do meu braço esquerdo. Percebo que meu braço esquerdo não tem musculo e no lugar do deltóide ficou um afundamento. Isso tudo aconteceu sem que eu sentisse nenhuma dor.Gostaria de saber se com exercicios posso novamente recuperar os mesmos ?
    Grato !

  • Augusto, a sua ruptura foi total ou parcial?
    Se total, só cirurgia. Mais neste caso, é preciso saber se está te atrapalhando em alguma coisa?
    Atenciosamente, Ítala Marielly

  • Com relação a cirurgia, só os exames e o médico é que podem confirmar….

    Ítala Marielly

  • tive um rompimento no musculo do bicepes,ficou um buraco no braço,gostaria de saber se dava pra recontituir o musculo sem cirurgia.e tambem queria saber se da malhar bicepes normalmente ja que a dor que sinto e minima.

  • Marcelo, treinar bíceps sem um diagnóstico coerente, não considero correto. Acredito que você deveria procurar um médico especialista para sua devida orientação. Na dúvida não ultrapasse.
    Um abraço. Volte sempre.
    Prof. Jeferson Porto

  • Tive um rompimento parcial no meu bíceps, distânciando fazendo um buraco no músculo, esse músculo voltará ao seu normal, ou ficarei com o bíceps assim?

  • Robson, você deve procurar um médico especialista para fazer alguns exames e detectar o nível de lesão que seu bíceps foi acomentido e o devido tratamento. Possivelmente se você obedecer as recomendações médicas, você poderá recuperar essa lesão. Um abraço… Volte sempre…
    Prof. Jeferson Porto

  • sofri uma queda de moto fiz ressonancia e tive uma.ruptura parcial extensa do tendão infraespinhal.tendinopatia da porção intraarticular do tendão cabo longo do biceps edema intrasubstancial dos ventres musculares do supraespinhal einfraespinhal relacionado a estiramento dos mesmo. a cirurgia de artroscopia. é viavel meu caso é grave quais a porcentagem de obter sucesso. tenho 48 anos.

  • Fiz ressonancia e:diminutos cistos osses/invaginações sinoviais na cabeça umeral.Acromio tipo I de Bigliani associado a alterações degener.da articulação acromio-clavicular.Minimo derrame articular gleno umeral.Espessamento associado a focos isointensos em todas as sequencias nos tendões supra e infra indicativo de tendinopatia.Focos hiperintensos em todas as sequencias q os permeiam indicando roturas parcias.Peq.quant.de liquido na bainha do tendão da cabeça longa do biceps.Presença de liquido na bursa subacromio-deltoideana.Malho há 20 anos e desde set.09 estava malhando com personal,alem de capoeira,muay thai,espepe etc.Em dezembro começou a dor no ombro após mudança de serie.O médico passou 10 seções de fisioterapia inicialmente e suspendeu atividade dos membros superiores.Será que vou melhorar?Tenho 59 anos

  • Olá bom dia, tive rompimento da cabeça maior do bíceps parte superior consequentemente o músculo desceu um pouco, fui ao ortopedista e este indico que devo fortalecer os demais músculos, para tanto me foi indicado para bíceps movimentos no estilo martelo. Rosca direita, concentrada, alternada e também cuidados no treino de peito (não descer muito) e costa escolher os exercícios a dedo. Gostaria de indicações de exercícios para o peito, costas e bíceps para que fortaleça os músculos que restaram e que possa fortalecê-los de forma eficiente. Obrigado.

  • Olá boa noite, eu gostaria de saber sobre derrame articular glenoumeral c/ liquido se estendendo para o sulco bicipital, qual a gravidade? Tratamento?

  • a resposta eh bem simples devido ao derrame articular na art dglenoumeral, sendo esta uma articulção repleta de musculos ligamentos etc, o aumento de substancia (liquido/derrame) causando um EDEMA ele tende a se deslocar para locais onde possa se depositar entao ele pode ir p qualquer lugar mais proximo. a gravidadde depende muito de pcte p pcte pq em alguns o proprio corpo absorve esse acumo e nao gerar mais problemas e em outrro pod gerar dor, piorar a lesao entre outros, o ideal e procurar um fisiatra p que possa entrar c medicamento e depois fazeer uma fisioterapia.

    espero ter te ajudado abracos

  • oque fazer quando se tem pequena quantidade de liquido na bainha do tendão do cabo longo do biceps?

  • Bom Silvio, o mais interessante saber qual a causa desse liquido esse e o primeiro passo o segundo procurar uma profissional medico (ortopedista ou fisiatra) para indicar o melhor tratamento e depois se nao for muito serio procurar um fisioterapeuta para que el possa te orientar e depois procurar um educador fisico para dar continuidade a atividade.

  • Tive ruptura de bícepes no dia 12.01.12, confirmada com consulta médica como dependo de hospital público para fazer a ciguria estou no aguardo, gostaria de saber o tempo determinado para a realização da cirugia

  • Marcos,

    Infelizmente com relação ao tempo quanto mais rápido melhor, porem o ideal seria você contactar o seu medico para ele informar com mais precisão.

  • bom dia estou comlesao no ligamento transverso, com luxaçao e tendinopatia inflamatoria no tendao da porçao longa do biceps bursite sub-deltoideana severa. sou caminhoneiro estou tratando mas sem rsultados dor intensa. sera que consigo me afastar do trabalho para poder tratar melhor?

  • Prezado Sr. Valdir, é preciso procurar os órgãos competentes para fazer uma avaliação e assim determinar o andamento do seu caso. Nós não temos conhecimento e habilidade para lhe informar sobre o respectivo assunto. Boa sorte. Um abraço. Volte sempre.
    Prof. Jeferson Corrêa Por

  • Eliane Camargo
    Bom dia, eu Tbm procurei um ortopedista especialista em ombro, pois estou com uma dor relativamente forte no ombro direito, que se irradia ate o braço. Tenho dificuldades nos movimentos, nao consigo levantar nem fazer algumas rotações. Parei com os exercícios de musculação. Fiz um Rx onde nao foi detectado nenhum problema. Ele pediu uma ressonância onde apareceram vários problemas, mas ainda nao levei ao médico. O resultado da ressonância e o seguinte:
    Pequeno derrame articular glenoumeral. Leve redução da espessura das cartilagens hialinas de revestimento articular da cabeça do úmero e cavidade glenoide. Aumento da intensidade de sinais do lábrum superior.
    Heterogeneidade de sinais nas… Continuar lendo
    há 12 minutos

  • Eliane,

    O Raio-X não ter dado problema já é um bom sinal, pois não tem sinal de calcificação que poderia prejudicar mais seu caso.
    Você está com um quadro inflamatório considerável, recomendo você retornar ao seu médico para ele ver o que for melhor para você.
    Mas, é importante fazer fisioterapia para sair desse quadro inflatório e voltar a ter os movimentos de seu braço.
    Após o quadro passar, também recomendo começara praticar alguma atividade física.
    Estou a disposição, cuide-se.

Deixe um comentário

Buscar

Categorias

Comentários

Newsletter

Diversão & Arte

Diversão & Arte