Desequilíbrios Musculares Parte III

Publicado em 10/07/2008, IFBB, 2 Comentários

Por Professor Maurício de Arruda Campos
IFBB Education & Research Committee

DESEQUILÍBRIO MUSCULAR NA ARTICULAÇÃO DO OMBRO

O equilíbrio de força e flexibilidade entre os músculos antagonistas na articulação do ombro é um componente muito importante para a segurança dos exercícios no treinamento com peso para os membros superiores e muitos dos exercícios para o tronco que utilizam os braços.

Sem o aprendizado de um controle muscular, qualquer atividade acima da cabeça seria impossível porque a articulação do ombro deslocaria. O grupo muscular que nós contamos para realizar este controle é o manguito rotador – os músculos infraespinhal, supraespinhal, redondo menor, e subescapular. Todos eles se originam na escápula e trabalham de forma coordenada para manter o ombro estável durante seus movimentos. O tendão da cabeça longa do bíceps encontra-se na parte anterior da articulação do ombro e também tem uma função de estabilidade para realizar junto com os Músculos do Manguito Rotador.

Desequilíbrios Musculares Parte III

Os músculos primários para projetar a posição da escápula nos movimentos acima da cabeça são os trapézios (especialmente a porção inferior), e o serrátil anterior com forças opostas sendo produzidas pelo elevador da escápula, rombóides e peitoral menor.
Os músculo maiores e mais fortes que geram movimentos do braço são os deltóides, o grande dorsal, e o peitoral maior. Assim, enquanto os músculos do manguito rotador coordenam o posicionamento apropriado da articulação do ombro, os músculos maiores, com grandes alavancas, movem o braço.

Por isso é tão importante ter equilíbrio de força e flexibilidade entre todos os pares antagonistas na articulação do ombro com uma ênfase especial nos músculos do manguito rotador que são os estabilizadores intrínsecos desta articulação.
É mais importante que os rotadores internos e externos dos ombros sejam igualmente flexíveis, do que o quanto flexíveis eles podem ser. E poderíamos fazer esta mesma afirmação em relação a quantidade de força que cada músculo antagonista pode produzir na articulação do ombro.

Flexibilidade demais a custa de força e controle pode ser perigoso por causa das forças de compressão (lineares) que causam um desgaste particularmente na articulação glenoumeral, onde a fonte primária de estabilidade são os músculos trabalhando em conjunto com outras estruturas de tecido mole (cápsulas, ligamentos e cartilagem). A flexibilidade excessiva à custa do controle muscular gera tensão nos tecidos moles e causam lesões tais como a tendinite e a degeneração do manguito rotador, subluxações e possivelmente um deslocamento.

Se você quer treinar pesado deve ter atenção com seu ombro, pois ele é a ligação entre os membros superiores e o tronco.
Inclua exercícios para melhorar a força e a flexibilidade dos músculos do manguito rotador (por exemplo, rotação lateral do ombro com o cabo, rotação medial do ombro com o cabo e abdução do ombro deixando o banco inclinado 45º ) e você irá notar que todos os outros exercícios serão desempenhados melhor e, o mais importante, com mais segurança.

Direitos Autorais
WWW.ifbb.com

2 Comentários

  • meu esposo nao tem força do lado direito e onbro e um pouco caido vc poderia me explicar o que aconteceu???

  • Prezada Paty, você deveria procurar um médico, pois não temos condições de lhe ajudar apenas com um breve relato. As causas poderão ser inúmeras. Boa sorte. Um abraço. Prof. Jeferson Corrêa Porto

Deixe um comentário

Buscar

Categorias

Newsletter

Diversão & Arte

Diversão & Arte