Cinesiologia e Biomecânica Aplicada aos Exercícios de Gastrocnêmio – Parte I

Publicado em 25/04/2008, IFBB, 51 Comentários

Por Professor Maurício de Arruda Campos
IFBB Education & Research Committee

O Gastrocnêmio é o músculo da panturrilha que é visível do lado de fora do corpo. Seu desenvolvimento é muito importante do visto estético porque dá a harmonia entre as pernas e as coxas mostrando um bom desenvolvimento dos membros inferiores.

Do ponto de vista funcional, os músculos gastrocnêmio e sóleo tem uma importante função para os movimentos do tornozelo e também nas estabilização de todo o corpo durante os exercícios de equilíbrio para suporte de peso. Ele também tem um papel na saúde cardiovascular, pois é um dos músculos mais importantes para o retorno venoso para o coração.

Ele está inserido no calcanhar com o Tendão de Achilles e se origina na parte posterior do fêmur, atrás do joelho, cruzando duas articulações.

Ele tem duas cabeças: a medial e a lateral. Quando totalmente desenvolvido, estas duas cabeças parecem ter a forma de um diamante.

O Sóleo é músculo mono-articular com a mesma função do Gastrocnêmio na articulação do tornozelo, e não é visível quando olhamos para o corpo do lado de fora como fica abaixo do Gastrocnêmio na parte posterior e inferior da perna.

panturrilas.jpg

Figura – Vista posterior da perna mostrando as cabeças medial e lateral do gastrocnêmio.

A função do Gastrocnêmio é elevar o calcanhar (conhecido como flexão plantar) e flexionar o joelho.

Por ser um músculo bi-articular o gastrocnêmio entra em insuficiência passiva através da completa flexão dorsal do tornozelo quando os joelhos estão estendidos ou através da completa extensão do joelho quando os tornozelos estão em flexão dorsal. E entra em insuficiência ativa através da completa flexão dos joelhos quando os tornozelos estão em flexão plantar (os isquiotibiais se tornam mais ativos) ou através da completa flexão plantar quando os joelhos estão flexionados (o sóleo se torna mais ativo). No exercício sentado para panturrilhas (joelhos fletidos a 90º), o gastrocnêmio é virtualmente inativo enquanto a carga é sustentada quase inteiramente pelo sóleo.

Na força moderada, o sóleo é preferivelmente ativado na fase concêntrica, enquanto o gastrocnêmio é preferencialmente ativado na fase excêntrica. O gastrocnêmio torna-se mais ativo em velocidades de estiramentos mais altas. Durante o salto, o gastrocnêmio, com sua maior proporção de unidades motoras de fibras rápidas, é preferencialmente ativados sobre o sóleo. Embora o envolvimento das cabeças medial e lateral não parecem ser alteradas pela rotação medial ou lateral do quadril, as imagens da ressonância magnética sugerem que com os “dedos para dentro” ambas as cabeças são ativadas e com os “dedos para fora” a cabeça medial tem um maior grau de ativação.

Nas próximas semanas vamos ver como treinar estes músculos e também como isolar o gastrocnêmio do sóleo em alguns exercícios.

Direitos Autorais
www.ifbb.com

51 Comentários

  • Olá, Profº Jeferson, gostaria de saber qual a biomecânica ou a análise cinesiológica do arremesso do basquete, agradeço desde já.

    Ahh!! por sinal adorei o site, em todos os quisitos, massa!!!

Deixe um comentário

Buscar

Categorias

Comentários

Newsletter

Diversão & Arte

Diversão & Arte