Músculos e problemas

Publicado em 24/04/2007, Suplementos, 26 Comentários

Todos os dias, milhares de pessoas – atletas ou não – procuram lojas especializadas em suplementos alimentares na busca de produtos que possam melhorar suas performances e a estética, motivados pela propaganda, indicações de treinadores e comerciantes do ramo. Para estes consumidores, pouco importa que os suplementos ainda sejam alvos de divergências científicas sobre sua eficácia. Esses produtos se tornaram “febre” entre os jovens que querem acumular músculos rapidamente. Poucos conhecem, entretanto, os prejuízos que essas substâncias podem causar à saúde.

São vários os suplementos alimentares ofertados para quem está malhando. Quase todos são liberados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas é necessário o acompanhamento de um nutricionista. Além das dúvidas sobre sua eficácia, não há garantia de que eles não tenham efeitos colaterais adversos à saúde. O que todos já sabem é que o consumo excessivo pode acarretar em problemas gastrintestinais, neurológicos e renais, entre outros.

Suplementos são produtos feitos à base de vitaminas, minerais, aminoácidos, proteínas ou outras substâncias, cujo consumo visa melhorar a saúde ou prevenir doenças. De um modo geral, os suplementos são consumidos pelos praticantes de atividade física com alguns objetivos, como por exemplo, melhorar o desempenho esportivo fornecer nutrientes ao organismo, atendendo às necessidades aumentadas pelo exercício compensar dietas ou hábitos alimentares inadequados suprir as necessidades de vitaminas e minerais nas dietas para redução de peso reverter alguma forma de deficiência nutricional oferecer os nutrientes que se apresentam em quantidade insuficiente nos alimentos.

Uso abusivo

Segundo a nutricionista Márcia Daskal, a segurança e benefício de muitos desses produtos ainda não foram comprovados cientificamente. Para ela, são necessárias mais pesquisas sobre os efeitos dos suplementos na saúde. Estima-se que a maioria dos freqüentadores de academias usa algum tipo de suplemento alimentar. Muitos compram aleatoriamente, outros por indicação de treinadores. “Os únicos profissionais capacitados para prescrever suplementos são os médicos, de preferência os especializados em Medicina do Esporte, e os nutricionistas”, lembra a especialista.

Valéria Paschoal, também nutricionista, comenta que os suplementos são indicados a atletas que treinam muito e não ingerem alimentos suficientes para suprir cerca as calorias gastas diariamente. “Para um atleta que diariamente e tem suas refeições prejudicadas o suplemento é importante”, explica. Nesses casos, cabe ao atleta procurar um profissional especializado para saber o que falta na alimentação e se orientar.

Márcia Daskal reconhece que a prescrição dos suplementos seria desnecessária para 80% dos “atletas de academia”. Para ela, a grande parte dos usuários dos suplementos alimentares não tem a menor idéia do motivo pelo qual os consomem. Um estudo revela ainda que os homens são a maioria entre os consumidores desses produtos, principalmente na faixa etária de 15 a 19 anos. Eles ingerem hipercalóricos, bebidas de recuperação e os fat buners (queimadores de gordura). Muitos destes proibidos, mas facilmente adquiridos. Já as mulheres preferem bebidas esportivas, vitaminas e minerais.

A tendência mundial da busca pela forma física e pela qualidade de vida é hoje uma realidade, muito além dos modismos e isenta de dependência de faixa etária, sexo ou classe social. Na opinião da nutricionista, para frear o uso abusivo desses produtos o ideal é trabalhar a conscientização dos professores e donos de academia, por meio de informações sobre os prejuízos que eles podem acarretar. “O consumo de suplementos de maneira inadvertida pode se transformar em um problema sério de saúde pública”, completa Márcia Daskal.

Suplementos: indicações e cuidados

Suplemento Indicação Possíveis efeitos no organismo Bebida esportiva ou isotônicos Hidratar e repor carboidratos.

Não tem contra indicação, entretanto, diabéticos e hipertensos devem consultar um médico antes de consumi-lo. Vitaminas e Minerais: Suprir deficiências dos gastos calóricos. A vitamina C pode causar cálculos renais. Hipercalóricos: Aumentar a massa muscular ou repor o aporte calórico. Ganho de peso, desnecessário para quem faz a ingestão adequada de alimentos energéticos. Proteínas e aminoácidos: Aumentar a massa muscular. O excesso pode elevar os níveis de ácido úrico, causar problemas renais e aumentar a gordura localizada. Creatina: Aumentar a massa muscular. Retém água e toxinas no organismo e provoca inchaço nos músculos. Maltodextrina e bebidas de recuperação: Fornecer energia, possibilitar a queima de gordura e recuperar o estoque de energia dos músculos. Intolerância gástrica e, dependendo da dietas, faz engordar. BCAA (aminoácidos de cadeia ramificada): Prevenir ou retardar a fadiga em exercício de resistência. Pode sobrecarregar os rins e o fígado com toxinas, principalmente em pessoas predispostas. “Fat burner” Queimar gorduras: Taquicardia, arritimia e desidratação pelo suor excessivo. Estudos comprovam que o produto não tem eficácia.

Direitos Autorais

www.educacaofisica.com.br

26 Comentários

  • o uso de suplementos na faixa etaria de 15 a 19 anos pode prejudicar na hora do sexo ?

  • Respondido por e-mail…

  • eu tomo bcaa ha dois meses me ajudou muito mais ele não é um suplemento eficaz obs pra quem quer perde abdme não pode pode tomar maltodextrina.

  • Jacqueline, quantos anos você tem? E como é seu treinamento? Se puder mandar detalhes será melhor. Abraço.
    Prof. Jeferson Porto

  • ob por me responder eu tenho32 faço musculação todos os dias menos sabado,meu treino é bom só que agora meu prof almentou no aerobico pra ver se eu perco abdome,mais falaram pra mim que o maltodextrina n é bom pra quem quer perde abdome.

  • Jacqueline, no seu programa de treinamento, você realiza o treinamento aeróbico antes ou depois da musculação? E os exercícios abdominais, você utiliza carga na execução dos mesmos ou você dá ênfase no número de repetições? Será mesmo importante fazer uso de suplementos? Sua alimentação é de boa qualidade? Você dorme bem? Você sonha? Quais as cores que predominam nos seus sonhos? Como você pode ver vários fatores interferem nessa prática.
    Espero suas respostas. Um abraço.
    Prof. Jeferson Porto

  • Ola obrigado por me responde, eu faço aeróbico antes e depois 20min no step e 20min na esteira,os abdominais eu ultilizo sim carga no oblíquo pego 30k e no infra 10k,eu faço 3 de vinte no oblíquo e 3 de 60 no infra tem alguma coisa haver,porque no infra quaze não sinto o abdome. eu me alimento bem durmo super bem as eu sonho com cores neutras. se eu tomar whey proteisera que vou ganhar mais abdome.

  • Jacqueline, aeróbio antes da musculação não é uma boa escolha, na minha opinião, o ideal seria você fazer um aquecimento de 7′a 10′, fazer a musculação e depois fazer o treinamento aeróbio. Com relação aos exercícios abdominais, existem inúmeras formas de executá-los, fica difícil estabelecer um posicionamento por aqui sem observar a execução dos mesmos, assim poderia sugerir alternativas e métodos diferentes de execução como também de evolução de performance. Tomar Whey poderá aumentar seu abdome caso a ingesta desse suplemento ultrapasse a quantidade de calorias que você gasta durante o dia. Ou seja, se você ingere 2.000kcal/dia e gasta 1.000kcal/dia você provavelmente irá “engordar”, caso você faça o contrário, então irá emagrecer, questão matemática.
    Espero ter colaborado, qualquer dúvida entre em contato.
    Um abraço. Bons treinos. Volte sempre.
    Prof. Jeferson Porto

  • Obrigado me ajudou muito já mudei os abdominais e estou sentindo vlw.

  • Olá Professor!

    Faço musculação há três e por indicação da professora da academia começei a ingerir o BBCA como forma de acelerar o ganho muscular. Nesta situação é recomendável o uso deste suplemento? Os componentes protéicos antes dos exercícios ajudam no ganho muscular? Abraço

  • Julio, você pratica musculação á quanto tempo? Você faz outras atividades físicas além da musculação? Quantos anos você tem? Quantas vezes por semana você treina? Quantos exercícios para cada grupo muscular você faz? Aguardando… Abraço…
    Prof. Jeferson Corrêa Porto

  • Olá Professor e obrigado pela primeira resposta!

    Bom pratico musculação há três anos e por hora é a única atividade fisica que faço. Tenho 28 anos e pratico musculação 5 vezes por semana, 1 hora e meia por dia. Por grupo muscular pratico em média 5 a 6 exercícios com séries de 8 a 10 repetições (dependendo da carga que pego)mesmo assim ainda acho que não evolui o suficiente. Abraço…

  • Júlio, se eu entendi bem, você faz 5 a 6 exercícios para: peitorais, dorsais, bíceps, tríceps e os demais???
    Fico aguardando..
    Abraço…
    Prof. Jeferson Corrêa Porto

  • exatamente, inclusive para pernas.

    Abraço

  • Bem Júlio, em virtude dos seus relatos e da minha experiência, seu programa de treinamento poderá estar tendo um desenvolvimento desproporcinal, pois se os grupos musculares maiores, estão tendo, teoricamente, o mesmo nível de estímulo, comparando-se com os grupos musculares menores, algo sinaliza que poderá estar acontecendo esse desenvolvimento sem harmonia. Pois os grupos musculares maiores requerem estímulos maiores para evolução, grupos musculares menores, dessa forma, requerem estímulos menores para sua evolução. Portanto, numa mesma sessão de treinamento, não é prudente você realizar 5 exercícios para os dorsais e 5 exercícios para bíceps, por exemplo. Isso porque os dorsais em geral, tem um conteúdo de glicogênio muscular bem maior do que o bíceps, como também o bíceps já foi estimulado durante a execução de alguns dos exercícios utilizados para o treinamento dos dorsais.
    Outro aspecto a ser observado é quanto a periodização do seu programa. Depois que estas questões forem resolvidas, acredito que teremos mais subsídios para resolver as outras.
    Espero ter colaborado. Um abraço. Aguardando retorno…
    Prof. Jeferson Corrêa Porto

  • Então a recomendação seria mudar o programa: grupos menores exercícios menores, maiores, idem? Há problema em estímulos iguais para todos os grupos musculares? Em geral distribuo assim: peito+biceps; dorsais+triceps e perna+ombros, obedecendo os dias da semana.Mas em relação a ingestão do BCA, nesta situação é remomendável o suplemento?

    Abraço…

  • Júlio, vamos fazer uma comparação. Vamos comparar dois carros, um tem um tanque de combustível com capacidade para 70 litros de gasolina, outro carro terá uma capacidade de armazenamento menor, 40 litros, ambos começam uma corrida. Pergunto: qual dos dois carros terminará primeiro o combustível?
    Resposta lógica: o carro que tem apenas 40 litros de combustível. Para os grupos musculares é a mesma coisa, os maiores tem um armazenamento de energia maior, irão levar mais tempo em treinamento para entrar em fadiga, os grupos musculares menores, por terem menor armazenamento de energia, fadigarão mais rapidamente. Além disso, normalmente, os grupos musculares menores trabalham como sinergistas (auxiliares) para os grupos musculares maiores, ou seja, quando você começar o treinamento dos menores, já estarão parcialmente fadigados.
    Acredito que seu programa possa ser mais bem elaborado, equilibrado. Com relação ao uso dos BCAA’s, vou colocar uma matéria no site e você poderá ter mais alguns conceitos sobre isso.
    Um abraço. Volte sempre… Bons treinos…
    Prof. Jeferson Corrêa Porto

  • Júlio, outro artigo sobre BCAA’s.
    http://www.jefersonporto.com.br/suplementos/bcaa/
    Um abraço…
    Prof. Jeferson Corrêa Porto

  • Olá professor! Comecei a malhar a poucos dias, sou magra e meu objetivo é ganhar massa. O que eu posso fazer pra acelerar esse processo? É recomendável o uso de algum desses produtos? Grata! Shirley.

  • Shirley, procure orientação especializada para fazer uso dos suplementos. É preciso uma análise mais aprofundada para depois, caso necessário, o utilização dos suplementos.
    Um abraço. Volte sempre…
    Prof. Jeferson Corrêa Porto

  • Olá, gostaria de saber sobre A Glutamina que não foi citada a cima. Sou praticante de musculação a 4 anos.

  • Esqueci de dizer, faço treino para fitness. 1 hora e meia por dia, 5 vezes por semana. Faço 45min a 1 hora de musculação e depois 20 a 30 min de abdomen. Depois faço 20 a 30 min de esteira.

  • Prezado Vinicius, mais precisamente o que você gostaria de saber sobre o Glutamina? Um abraço. Aguardando seu retorno. Prof. Jeferson Corrêa Porto

  • professor,tenho uma duvida sobre suplementação, por quanto tempo deve me suplementar, tipo 2 meses e paro com os suplemetos 2 semana, neste tipo o q vc me indica, tenho 37 anos 1,70 e peso 71 kg………e não consigo ganhar massa.minha alimentação é boa e a suplementaçao esta bom…vlew………….

  • Prezado Johnny, a melhor forma de você utilizar os suplementos é ter orientação de um nutricionista em parceria com seu professor orientador, pois vários aspectos devem ser considerados e a interação treino/alimentação/descanso é fundamental, pois não existe recita de bolo. Acredito também que você deve fazer as avaliações de composição corporal periodicamente, pois somente com esses dados em mãos é que seu professor poderá avaliar se a metodologia aplicada está surtindo os resultados almejados. Espero ter colaborado, qualquer dpúvida estou a disposição. Bons treinos. Um abraço.
    Prof. Jeferson Corrêa Porto

Deixe um comentário

Buscar

Categorias

Newsletter

Diversão & Arte

Diversão & Arte